INSS JÁ TEM NOVO PRESIDENTE DE CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO

O Primeiro-Ministro da República de Moçambique, Dr. Carlos Agostinho do Rosário, empossou, esta quarta-feira, 28 de Outubro de 2020, o novo Presidente do Conselho de Administração do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS), Dr. Kabir Fahar Ibrahimo.  

No seu discurso da ocasião Carlos Agostinho de Rosário recordou ao empossado os desafios que constam do Plano Quinquenal do Governo no que diz respeito à Segurança Social Obrigatória, nomeadamente, a expansão da cobertura no âmbito pessoal e a garantia da sua sustentabilidade.

“Ao criamos este sistema de segurança social tínhamos como objectivo assegurar a subsistência dos trabalhadores e seus dependentes em caso de doença, velhice ou diminuição da capacidade para o trabalho.”

Em termos de desafios na sua governação, o Primeiro-Ministro destacou a expansão do sistema para muito mais beneficiários.

“É importante que o caro empossado privilegie a divulgação dos benefícios que o Sistema de Segurança Social oferece, de modo que os trabalhadores e os seus familiares possam conhecer e usufruir dos seus direitos.”

No âmbito da ética governativa, Carlos Agostinho do Rosário recomendou ao PCA do INSS a gerir o sistema com responsabilidade:

É necessário que o Presidente do Conselho de Administração do INSS assegure que o Sistema de Segurança Social seja profissional, competente, transparente e orientado para o bem comum e interesse dos utentes.”

Ainda no rol das recomendações, Carlos Agostinho de Rosário disse que “as políticas de investimentos devem ser implementadas tendo em vista o interesse dos Sistema de Segurança Social, respeitando sempre os princípios de liquidez, rendibilidade e segurança, bem como a transparência na gestão.”

Lembre-se que a composição do Conselho de Segurança do INSS, entidade responsável pela gestão do sistema de segurança social obrigatório, é tripartida e integra os representantes do Estado, Empregadores e Trabalhadores, cabendo a estes três indicar de forma rotativa os timoneiros máximos de gestão da instituição.

DCI