FORMAÇÃO PROFISSIONAL FUNCIONA COMO VECTOR DO EMPREENDEDORISMO

O Governador de Cabo Delgado, Julio Parruque considera que a formação profissional funciona como  impulsionador do empreendedorismo. O governante proferiu estas palavras na inauguração do Centro de Formação Profissional de Balama ocorrido terça-feira ultima naquela província.   O Governador da Província de Cabo Delgado, Júlio Parruque, inaugurou terça-feira última, dia 28, o Centro de Formação Profissional de Balama que vem responder a demanda de mão-de-obra qualificada para a indústria extrativa de grafite em particular e outras de que Cabo Delgado dispõe.Para Júlio Parruque, com a entrada em funcionamento do Centro de Formação Profissional de Balama fica semeada a matéria-prima para o futuro da forca de trabalho qualificada, ficando também materializada o propósito de dotar de conhecimento o capital humano, potenciando-o com primazia, a mão-de-obra local.Parruque afirmou que o Governo tem vindo a promover a implementação de um novo modelo de formação profissional que responda de forma eficaz a dinâmica do sector produtivo e, que permita a aquisição, por da juventude, de competências técnico-profissional que possibilitem a elevação de indicadores de empregabilidade.Não basta que tenhamos currículos bem elaborados, equipamentos modernos e metodologias de ensino de ensino inovadoras. E imperioso que haja um formador no centro das atenções, frisou o Governador.  O dirigente sublinha que a transmissão de conhecimentos e competências profissionais aos graduados do centro de Balama deve reflectir uma visão ampla de formar o Homem imbuído de valores éticos-morais, deontológicos para o saber fazer, saber ser, saber estar em qualquer circunstância.Segundo o director-geral do Instituto de Formação Profissional e Estudos Laborais Alberto Cassimo (IFPELAC), Anastacio Chembeze, o centro de Balama já concluiu a formação do primeiro grupo de 26 pessoas divididas entre os cursos de Mecânica Básica e Electricidade durante três meses. O processo de ensino foi orientado por dois engenheiros formadores com formação especifica durante nove meses, quatro dos quais feitos no Brasil.O centro está instalado numa área de 10 hectares e segundo Chembeze pretende crescer em termos de infra-estruturas através da formação produção e de uma forma sustentável que será basicamente o uso de mão de obra dos formadores e formandos para as obras de expansão do centro. O director geral do IFPELAC acredita que esta seja uma forma de equipar os formandos de conhecimentos práticos e sobretudo usar recursos locais para beneficio da comunidade.Temos o desafio de abreve trecho quadruplicar a capacidade formativa saindo dos actuais 100 formando por ano para 400, através da abertura de cursos de pedreiro, canalizadores, serralheiros e outros para que o distrito de Balama tenha capacidade instalada deste tipo de serviços, vincou Chembeze.Segundo a fonte, à província de Cabo Delgado dispõe de uma capacidade para formar anualmente 2600 cidadãos através do Centro de Pemba e Unidades Moveis e no próximo ano essa capacidade vai aumentar com a entrada em funcionamento do Centro de Balama e brevemente o de Namanhumbir.Aos formandos desafiou-os a saírem com conhecimento, habilidades e atitude de modo a enfrentarem o mercado de trabalho.Por sua vez, o director-geral da Twiig Mining, Agnaldo Laice, fez saber que o investimento para aquele empreendimento ronda aos 20 milhões de meticais para duas salas de aulas, um bloco oficinal totalmente equipado para as áreas de mecânica e electricidade.  Referiu que a empresa possui uma carteira de projectos de desenvolvimento e que para sua operacionalização ira contar com o apoio do Comité de Desenvolvimento local. O Administrador de Balama, Rodrigues Parruco, disse que o centro de formação vem responder a uma exigência da juventude em serem empregues naquela empresa, porem se debatiam com a falta de qualificação profissional, mas doravante essa questão fica ultrapassada.Parruco afirma que o centro impulsionar ao empreendedorismo local com vista ao emprego na Twigg e auto-emprego nas áreas de formação.